Usted está aquí

Brasil

Brasil: Ações diretas marcam 8 de março

Num ano marcado por disputa eleitoral, estado de exceção, intervenção militar e índices de violência que chegam a superar os de países em guerra, as feministas brasileiras se rebelaram de diferentes formas contra o golpe, contra o neoliberalismo, patriarcado e racismo este ano.

FSM18: Asamblea de Mujeres recibe el nombre "Marielle Franco"

El Foro Social Mundial 2018 se realizó entre el 13 y el 17 de marzo en Salvador, Bahía (Brasil), con el lema “Resistir es Crear, Resistir es Transformar”. Diversas fueron las actividades desarrolladas por diferentes colectivos de mujeres de todo el mundo.

Militares assumem comando no Rio de Janeiro

O presidente Michel Temer assinou em 16 de fevereiro um decreto de intervenção federal militar na segurança pública no estado do Rio de Janeiro. O decreto entrou em vigor imediatamente.

Relatora da intervenção militar Marielle Franco é executada

A vereadora do PSOL no Rio de Janeiro e relatora da intervenção militar, Marielle Franco, foi assassinada na noite da terça (14 de março), morta a tiros dentro de um carro na região central do Rio de Janeiro, por volta das 21h30.

Marielle Franco presente

Nós, feministas da Articulação de Mulheres Brasileiras - AMB, estamos devastadas com o assassinato de Marielle Franco, brava, admirável e inspiradora companheira de sonhos e utopias feministas. Mulher negra, da Maré e de luta. Marielle era "resistência, afeto, luta e esperança".

La AFM en el Foro Social Mundial 2018

Consulta el programa de la AFM en el Foro Social Mundial, que se lleva a cabo desde el 13 hasta el 17 de marzo en Salvador (Brasil).

Foro Social Mundial 2018: Resistir es Crear, Resistir es Transformar

El Foro Social Mundial 2018 vuelve a su país de nacimiento, esta vez a Salvador, Bahía (Brasil), con el lema “Resistir es Crear, Resistir es Transformar”. Se realizará entre el 13 y el 17 de marzo y la AFM participará con su Circo Fundamental Contra los Fundamentalismos.

Nos aprontamos para un nuevo 8 de marzo: asambleas en Argentina, Brasil, Uruguay y Paraguay

A menos de dos semanas del próximo 8 de marzo, Día Internacional de la Mujer, América Latina se prepara con asambleas abiertas y actividades para convocar al Paro Internacional de Mujeres. 

A farsa da intervenção

A quadrilha do Golpe, a serviço de uma elite brasileira escravista e gananciosa, não tem legitimidade alguma e nem possibilidade real de controlar o crime organizado no Rio de Janeiro, uma vez que estão envolvidos numa rede de acobertamentos mútuos, que envolvem traficantes, milícias, setores da polícia e da política. Uma cadeia que tece laços globais com suas ilegalidades.

Semeando a pedagogia feminista

Para alimentar o fogo das revoluções necessárias, SOS Corpo promove conferência aberta com Claudia Korol, educadora popular argentina sobre experiências em formação feminista e desafios atuais para o movimento de mulheres na América Latina

Páginas