Notícias do Brasil

Notícias e vídeo sobre resistência o projeto Novo Recife e sobre a auto-organização da Articulação de Mulheres Brasileiras (AMB).

#OcupeEstelita: 5 anos de luta contra empreiteiras

Há 5 anos, pessoas e coletivos se juntaram nas redes e nas ruas para realizar o primeiro #OcupeEstelita. Contra o projeto Novo Recife, projeto de cidade proposto pelas empreiteiras e apoiado pelas prefeituras de esquerda e direita além da mídia recifense, a mobilização agregou ao redor do Cais possibilidades de resistência e de sonhos e uma pluralidade de pautas e desejos comuns. O Estelita acabou por escancarar processos estruturais da sociedade e catalisar debates transversais.

E, se hoje nenhum prédio está erguido no terreno, sabemos que é fruto da participação de inúmerxs recifenses que precisaram se levantar de madrugada, sair às ruas e enfrentar balas de borracha para impedir que o espaço fosse derrubado de maneira criminosa na calada da noite. Esse ano, o contexto de golpe coloca desafios e, por isso, no dia 21 de maio - data do início da ocupação, em 2014 – os recifenses se reúnem para pensar as estratégias de enfrentamento e defesa do território urbano, buscando elaborar caminhos coletivos de resistência.  Ver video


E eu me organizando posso desorganizar

Auto-organização é uma ferramenta elementar para construir um movimento forte, integrado e atuante. Num país como o Brasil, de proporções geográficas continentais, é um grande desafio participar de um movimento nacional com uma perspectiva auto-organizativa, tendo sempre como princípio a horizontalidade democrática na construção da comunicação entre os sujeitos para definição de objetivos, estratégias, pautas, atuação e comunicação.

Organizar uma articulação feminista de esquerda também é um desafio diante da atual conjuntura política brasileira, que exige agora atuação rápida, estruturada, propositiva e engajadora. Conspirações políticas são, portanto, de extrema importância nessa ocasião e é exatamente a que se está propondo as 45 militantes de 17 Estados Brasileiros onde há atuação da Articulação de Mulheres Brasileiras. Elas estão desembarcando em Recife no dia 25 de abril para participar de uma oficina sobre auto-organização no movimento. Elas serão as fomentadoras e replicadoras do conteúdo que se estenderá de maneira virtual através de uma parceria com a Universidade Livre Feminista.

Información adicional